Buscar
  • Barbara Leite Liberato

O Sol

Quando o sol bater na janela do seu quarto, corre meu filho, você tem muito a fazer: descobrir, criar, contribuir! O tempo convida a recomeça de um jeito novo.




Ei menino, levanta, o sol nasceu!

Passarinho que não deve nada a ninguém já está de pé!

Gosto muito de me lembrar dos dias de sol entrando pela janela.

Na minha infância a janela não tinha blecaute, o despertador não era necessário, o nascer do sol já tinha essa função, e o despertar se dava, de forma silenciosa e tranquila, pela luz quentinha que invadia o quarto.

Não me lembro de acordar mal-humorada ou chateada, a luz que entrava inundando o quarto de alegria, vinha cheia de promessas.



Quando mãe, me lembro de abrir as cortinas, para despertar meus filhos.

Nem sempre era tranquilo, eles queriam continuar ali mais um pouco no quentinho da cama, imersos nos sonhos, no aconchego, na segurança do quarto.

O sol foi substituído pelo barulho irritante de um despertador, e o calor, este posso dizer, que vinha através da voz, que insistia em nos trazer para realidade, a voz da mãe, do pai, da avó ou da tia.




E hoje?

Hoje, acordam antes do sol, o calorzinho vem no meio da primeira aula, ou no caminho do trabalho.

Hoje, a vida ganha um novo ritmo, é um verdadeiro salve-se quem puder, com doses enormes de coragem e responsabilidade.

O tempo convida a recomeçar de um jeito novo.

Abrir a janela e deixar sair os sonhos, andar pelas ruas a realizá-los, sentir o calor dos olhares e a alegria dos reencontros.

Por longos dias as incertezas encobriram o sol, mas agora ele volta brilhante!

Vem com um novo trabalho em cidade diferente, com a volta às aulas presenciais, com rotinas de transporte e alimentação adequadas às novas regras.

Vem com novos colegas de república, com mudança de casa, estágio.

Vem com um jeito atual de equilibrar as finanças, de acordo com as novas despesas de: alimentação, transporte e porque não, com festas e diversões.

Só mesmo o Excel para dar conta!


Quando o sol bater na janela do seu quarto, corre meu filho, você tem muito a fazer, descobrir, criar, contribuir!

Quando o sol bater na janela do seu quarto, lembra que esta luz é o meu amor, o calor minha presença silenciosa.

Quando o sol bater na janela do seu quarto, aguarde um dia lindo para fazer acontecer!






Assista abaixo o texto em formato de vídeo! Deixe o seu comentário e compartilhe com as pessoas que você ama!






Sobre Maria Marquez

Sou uma menina que sempre quis casar e ser mãe, hoje uma mulher realizada, casei com meu amor de adolescência, sou mãe de três garotos (Raul 24; Artur 21; Davi 19), pedagoga, secretaria do agronegócio, voltando às raízes, morando na fazenda, me redescobrindo e experimentando um universo de novidades.







Maria Marquez Gouveia Vilela

Pedagoga

Secretária do agronegócio da família

(99) 991318999 - mariamarquezgv@gmail.com

@mariamarquez9128












116 visualizações

Posts recentes

Ver tudo